O que é SEO para e-commerce?

Sumário

Posts relacionados

O que é SEO para e-commerce?

O que é SEO para e-commerce?

Em um comércio, seja ele online ou físico, é de extrema importância ganhar visibilidade para o negócio, e se tratando de lojas virtuais o SEO para e-commerce surge como um grande aliado. O cliente precisa saber da sua existência, ele precisa se convencer que você tem os melhores produtos ou serviços. 

A sobrevivência de um e-commerce depende muito da quantidade de pessoas que acessam a página e finalizam uma compra. Para isso, é preciso que as pessoas encontrem a loja virtual em suas pesquisas pela internet.

Para termos uma ideia, um usuário ao realizar uma pesquisa no Google, em geral, clica nos primeiros resultados relacionados com sua palavra-chave de sua busca. Nesse sentido, o SEO permite otimizar uma página e colocá-la entre os primeiros resultados. Entenda melhor a seguir.

Qual a definição de SEO para e-commerce?

O SEO é a sigla para Search Engine Optimization que no português significa otimização de mecanismo de busca. Esse termo representa um conjunto de estratégias usadas para fazer com que um site tenha o melhor posicionamento nos mecanismos de buscas.

Qual a definição de SEO para e-commerce?
Fonte/Reprodução: original.

O bom posicionamento nas páginas de pesquisa é fundamental para o sucesso de lojas virtuais, pois assim se consegue atrair o público para ‘dentro’ do site para conhecer os produtos e serviços da loja. 

Principal objetivo do e-commerce usar SEO

O principal objetivo de um e-commerce usar SEO é ficar entre os melhores resultados, ou seja, é ter maior visibilidade em relação aos concorrentes. Isso é possível por meio das técnicas de otimização do site. 

Como mencionado anteriormente, isso atrai mais clientes e ajuda a consolidar as vendas. Além de usar técnicas SEO, é ideal que a loja utilize estratégias pós-venda para fidelizar os seus clientes. 

Para que serve o SEO para e-commerce

No e-commerce o SEO serve para ajudar a estruturar a página de forma que ela consiga alcançar bom posicionamento no algoritmo de busca do Google. Essa técnica de otimização é útil tanto para comércios novos como para comércios já existentes. 

Tomando o Google como exemplo (considerado o principal mecanismo de busca), ele usa três processos para realizar um levantamento da relevância de cada página publicada na internet. 

  • Rastreamento: nessa etapa é verificada a usabilidade da página e a interface para dispositivos móveis. O robô do Googlebot identifica se uma página é considerada boa ou ruim para a navegação do usuário;
  • Indexação: O Google analisa tanto as páginas novas como as já existentes, para analisar a qualidade do conteúdo e assim indexar a página; 
  • Busca: esse processo se refere a busca propriamente dita, quando o usuário pesquisa por uma página. 

As técnicas SEO influenciam nesses processos de rastreamento e indexação, uma boa estratégia, com uso de títulos e subtítulos, uma boa estruturação do conteúdo e qualidade do texto, uso de palavras-chave, todos esses fatores são considerados no algoritmo de pesquisa do Google. 

Importância do SEO para e-commerce?

O foco do SEO para um comércio online é o cliente e o Google prioriza aqueles sites que oferecem as melhores experiências para seus usuários. Nesse sentido, adotar estratégias para entregar a melhor experiência ajuda a aumentar as vendas de um negócio, já que atrairá um público maior.

Confira a seguir o que a estratégia SEO pode oferecer para o seu negócio e como é importante usar essa otimização e mantê-la atualizada sempre em sua página na internet. Vamos ver a seguir. 

Aumenta o tráfego orgânico 

O tráfego orgânico se refere a visitas geradas na página sem precisar usar anúncios pagos. Para um usuário chegar em uma página de forma orgânica, ele usa buscadores como o Google. Daí a importância do SEO para e-commerce.

Implementar ações que aumentam o tráfego pago garantem bons resultados. Esse tipo de busca orgânica não cessa nunca, ou seja, vale a pena estudar como posicionar bem um site para o mesmo ser localizado facilmente por quem navega.

Melhora a taxa de conversão

A taxa de conversão é uma métrica que mede quantas pessoas avançam de uma etapa para outra, ou seja, número de visitantes que se tornam clientes, que efetivam a compra do produto ou serviço.

Essa estratégia de SEO para e-commerce faz com que essa taxa de conversão aumente consideravelmente, já que as pessoas vão encontrar mais rápido a loja virtual e fazer suas compras. 

Dicas para estruturar um bom SEO para e-commerce 

Já apresentamos o conceito e a importância, agora, você deve estar se perguntando como estruturar um bom SEO para e-commerce. Elaborar uma estratégia eficiente envolve alguns fatores vistos a seguir. 

O universo do SEO é muito amplo, suas práticas envolvem desde os termos utilizados no conteúdo das páginas até as ações técnicas na arquitetura do site. Por esse motivo, nos aprofundamos naquilo que você precisa para elaborar um bom SEO para e-commerce. 

Planeje as palavras-chave

As keywords são termos que os usuários usam para fazer uma busca em sites de pesquisa. Em termos gerais, uma palavra-chave resume o conteúdo de uma página. Ao escrever o conteúdo para uma página de sua loja virtual, é necessário definir a palavra que mais se associa com a página, assim, se alguém pesquisar sobre o tema encontrará seu site nos mecanismos de busca. 

Você pode utilizar ferramentas online para estudar quais devem ser as keywords do texto da sua página. Entre essas ferramentas, temos o planejador de palavras-chave do Google e o Ubersuggest, que são gratuitas. 

Considere as palavras-chave ao nomear produtos e categorias 

Esse ponto é muito importante, pois não adianta oferecer produtos incríveis se não houver o potencial de SEO presente neles. Aqui você usará o planejamento de palavras-chave que vimos anteriormente.

Considere as palavras-chave ao nomear produtos e categorias 
Fonte/Reprodução: original.

Suponha que você venda uma linha de tênis, por exemplo, será que “tênis cano alto nike” é um termo relevante para os buscadores? Podemos identificar isso por meio do planejador de palavras-chave do Google, que mostrará o volume de busca que o termo possui e quais outros termos relevantes podem ser usados também. 

Crie URLs amigáveis 

Mais uma vez a keyword se faz importante aqui e é fundamental usar o termo chave na URL da página. Se no e-commerce existir uma página para a categoria ‘celulares samsung’ por exemplo, essas palavras devem constar no link. 

Dessa forma, a URL fica compreensível para os buscadores e também para os usuários. Outro aspecto importante é evitar o uso de caracteres especiais ou acentos no nome do link. Quanto mais identificável e amigável for o endereço da página, melhor é na otimização. 

Deixe as imagens legíveis para os buscadores 

Ao inserir imagens em uma página, existem quatro recomendações para fazer os buscadores lerem suas imagens. Os sites de buscas como o Google ou Bing não conseguem ler as imagens e identificá-las, é preciso meios para fazer isso. 

Esses meios são descritos a seguir, com isso, ao inserir imagens de produtos ou serviços, o buscador vai considerar as fotos do site para mostrar os resultados nas pesquisas do usuário:

  • Alt Text: o texto alternativo é aquele que aparece quando passamos o cursor do mouse sobre uma foto, a dica é usar a palavra-chave no alt text e que o seu tamanho seja até 60 caracteres;
  • Nome do arquivo: ao salvar uma imagem no seu computador para usá-la no site, é importante colocar um nome associado à palavra-chave, pois isso também é considerado pelos buscadores;
  • Tamanho do arquivo: o arquivo deve ter boa qualidade e tamanho adequado, é preciso se atentar a proporções e dá preferências para imagens retangulares (16:9 ou 4:3 LxA); 
  • Legenda: descreva o significado das fotos com legendas e, se possível, use naturalmente a palavra-chave.

Essas são as quatro recomendações para se trabalhar com imagens na página, para descrever produtos ou complementar textos das seções Quem Somos, Contato, entre outras no site.

Para cada página escreva meta tags e títulos

Meta tag é um texto que identifica para o Google ou outro buscador do que se trata a página. As principais meta tags são meta title (título SEO) e a meta description (descrição da página).

Essas meta tags não aparecem no conteúdo da página, e sim, aparecem nos resultados do buscador. Por exemplo, o usuário pesquisou por lojas de tênis, o seu site aparece entre os resultados com o título que você colocou (título SEO) e com um breve texto descrevendo a sua página (meta descrição).

Por isso, é importante que a meta description seja atraente, que chame o usuário para acessar a sua página. O tamanho ideal é que seja de 110 a 160 caracteres, no máximo, e que contenha a palavra-chave. Outras dicas para estrutura o SEO para e-commerce são:

  • Use links internos para direcionar para outros produtos dentro da página;
  • Deixe seu site legível para os buscadores. O Google, por exemplo, lê as informações de um site por meio do HTML, por isso, evite ferramentas como o Flash por ser ilegível para buscadores;
  • Escreva para as pessoas: escreva de acordo com as necessidades de quem pesquisará pelo seu produto ou serviço;
  • Tenha um site responsivo para mobile, ou seja, que funcione em dispositivos móveis;
  • Obtenha links externos para sua página: coloque links do seu e-commerce em outros meios, como páginas de redes sociais, para as pessoas clicarem e acessarem.

Como mencionamos no início, o mundo SEO é amplo e envolve muitas outras questões. Passamos aqui para você as principais dicas de estrutura, mas você pode conhecer mais sobre isso aqui mesmo na nossa página. 

O Jornal do Marketing traz guias para otimizar o seu e-commerce e manter o seu negócio no topo das pesquisas. Continue navegando no nosso site e saiba mais sobre como impulsionar as suas vendas.