Técnicas de Preços Dinâmicos para E-commerce

Sumário

Posts relacionados

Técnicas de Preços Dinâmicos para E-commerce

Técnicas de Preços Dinâmicos para E-commerce

Confira 8 dicas de como aplicar a estratégia de preços dinâmicos para e-commerce e o que fazer atender seus custos e despesas.

Estabelecer preços dinâmicos para e-commerce ou melhorar a precificação são fatores que afetam uma loja virtual ou negócio online, sendo preciso fazer cálculos que refletem a realidade do próprio negócio. 

É importante chegar a um preço que faça sentido para você, que atenda seus gastos e despesas e não traga prejuízos diante da concorrência também. Tanto que existe um processo e técnicas de precificação relacionados a entrega para ajudar qualquer e-commerce.

Eles são estipulados conforme o quanto os consumidores estão dispostos a pagar por um produto, seja físico ou digital, ou por uma prestação de serviço. E ainda prevem a parte de entrega de uma mercadora comprada pela internet, já que as pessoas esperam receber na data e em horário agradáveis, no conforto de sua casa. O Jornal do Marketing te dá todas as informações para você incluir no seu negócio. Confira!

Por que vender com o E-commerce?

Diferente de uma loja física, o e-commerce é aquele capaz de fazer com que a marca chegue até o cliente. Esse formato de negócio pode ser tanto um complemento de um estabelecimento que já vende pessoalmente, como uma plataforma única a vender somente pela internet. 

Por que vender com o E-commerce
Fonte/Reprodução: original

Assim, temos como um dos motivos para vender com e-commerce a facilidade em chegar ao cliente, seja através das redes sociais, sites e blogs ou anúncios e campanhas de marketing digital. Tanto no funcionamento direto, independente do dia ou horário e menor custo para manter, as vantagens de trabalhar com e-commerce são:

  • Facilidade de apresentar um produto ou serviço ao cliente;
  • Divulgação online da loja por vários meios na web;
  • Menor custo operacional;
  • Funcionamento 24 horas por dia;
  • Poder monitorar resultados de vendas e de alcance de um anúncio e como sua marca está sendo vista;
  • Aumentar a visibilidade da sua marca;
  • Serviço de entrega garantido;
  • Poder falar direto com seu público alvo, que incluem consumidores perfeitos para seu negócio;
  • Sem limites geográficos para operar.

Um dos pontos em vantagem de preços dinâmicos para e-commerce é poder ter seus lucros dentro do esperado ao fazer um bom planejamento de precificação e logística. Mas há muito que se pode realizar a partir de estratégias de marketing e crescer como plataforma relevante em seu nicho de mercado. Visto que os consumidores estão cada vez mais em busca de uma empresa que tenha o que eles precisam.

Como o E-commerce funciona?

A compra em uma loja virtual pode ser uma forma de explicar como um comércio eletrônico funciona. Porém, o processo se inicia desde o momento em que uma pessoa procura por um produto ou termo nos portais de busca, como Bing e Google, ou nas redes sociais como Facebook, Instagram, Tik Tok. O importante é sua marca estar presente nesses canais, com conteúdo relevante e atrativo e a solução para um problema, para então atender com produtos disponíveis em um site e entrega garantida. 

Basicamente, isso se resume em ter produtos, serviços e estoque, pois de nada adianta ter um comércio eletrônico se não tiver uma estrutura que atenda o pedido feito pelo consumidor online. E um e-commerce funciona como uma vitrine, que é um site de vendas com design bonito e organizado em categorias, descrições dos produtos, informações técnicas e preços.

As vendas são todas realizadas online, acessadas por um computador, tablet e smartphone com internet. É importante investir em um site com boa navegação e facilidade de encontrar o carrinho, por exemplo. É nele em que são incluídos os itens que o usuário deseja receber em casa. Se você possui uma loja online saberá ter uma melhor gestão ao considerar isso, não somente os preços dinâmicos para e-commerce.

Como começar com meu E-commerce?

Você pode começar por segmentar um nicho de mercado, o que inclui vender produtos que se destaquem da concorrência ou ainda criar algo novo e ter liderança nesse sentido. Pense em um público-alvo, uma direção para alcançá-lo e crie estratégias de conversão. Se você deseja começar um e-commerce do jeito certo ou se já possui um, veja quais pontos é necessário aperfeiçoar:

Segmentação 

Existem centenas de nichos de mercado no varejo online, sendo eles pouco conhecidos ou não explorados amplamente pelas empresas. Você pode encontrá-lo como uma parte de todo mercado, sendo uma forma mais segmentada, para trabalhar com consumidores específicos.

O seu público-alvo é o grupo que se identificará com o que é vendido em seu site juntamente com uma solução que não se encontra nos meios tradicionais. Como em um nicho que fornece serviço especializado em Marketing Digital e melhores práticas para vender online. Bem como a venda de suplementos alimentícios. Veja que existem públicos diversos os quais procuram por nichos de mercado.

Divulgação, marketing e relacionamento

A divulgação de um e-commerce é feita em quantos canais puder, visto que atualmente, existem estratégias de marketing digital para criar campanhas segmentadas e falar com o seu público mais rapidamente. Entenda que o seu negócio precisa estar aparente e fácil de ser encontrada na grande web, então parte da divulgação precisa conter técnicas de SEO, uso de palavras-chave, conteúdos de texto em blogs, vídeos e-books, e forte presença nas redes sociais.

Feito isso, os clientes se tornam fiéis e seguidores da marca ao se sentirem acolhidos pela mesma. Aplicar um atendimento impecável e humanizado, mesmo que seja via chatbot, é um diferencial do seu negócio. Isso também diz respeito à disposição de contato para tirar dúvidas, suportes e compartilhamentos de opiniões e impacto da marca na vida dos consumidores.

Preços

Estabelecer os preços dinâmicos para e-commerce é parte importante de seu empreendimento, onde se deve analisar bem e conhecer seu nicho de mercado, observar a concorrência, e o que o seu público-alvo pode pagar. Pois, não se pode cometer erros e só ficar no prejuízo. Tome como base o valor praticado pelos seus concorrentes nesse mercado de atuação.

Mas lembre-se que, os preços são formados também ao se contar o custo de produção do produto, a negociação com seus fornecedores, serviço de frete, embalagens e custo de vendas. É comum que lojas virtuais não se atentem a estes detalhes e fazer os cálculos corretamente pode trazer resultados positivos no fim do mês.

8 dicas de Técnicas de Preços Dinâmicos para E-commerce

O primeiro passo para incluir os preços dinâmicos para e-commerce do seu negócio é calcular todos os custos que você terá desde a produção da mercadoria até o seu transporte e frete. Uma forma de facilitar esse processo é saber o quanto tem disponível em seu estoque, os preços adotados por outros e-commerces, o ritmo de vendas.

8 dicas de Técnicas de Preços Dinâmicos para E-commerce
Fonte/Reprodução: original

Mas para simplificar, veja abaixo estas 8 técnicas para adotar esses preços:

Analisar a concorrência

Dentre as variáveis que usamos para medir os preços dinâmicos para comércio eletrônico está a técnica de observar os preços da concorrência. Isso tem relação com uma lógica interessante que também funciona entre os consumidores, pois eles procuram pelo preço menor e maior benefício ao comprar determinado item.

Tenha sempre em mente as suas necessidades e custos por trás de um e-commerce, como já falamos, mas priorize por manter os seus preços em um nível de competição a cada cenário econômico. Os preços baixos ajudam na tomada de decisão do consumidor atento nesse quesito.

Fazer vendas sazonais

Existem épocas em que uma empresa vende mais do que em outras em um ano. É quando falamos muito da Black Friday, festas de fim de ano como o Natal, Dia das Mães, feriados e reflexos da economia como maior poder de compra do brasileiro. Porém, isso também significa que esses períodos dão mais chances de preços dinâmicos para e-commerce, ou seja, há mais variações tanto positivas como negativas.

Você pode dividir os períodos que o seu estabelecimento físico ou loja virtual mais precisam lidar com as vendas, como um restaurante ou e-commerce de alimentos no horário do almoço. Isso funciona para vendas diárias, semanais, inclusive nos fins de semana, bem como para as vendas que saem em uma data comemorativa. Cada negócio pode se beneficiar ao ter um planejamento de vendas sazonais.

Utilize CRM para definir a sua sazonalidade

Uma forma de descobrir qual é a sua sazonalidade, ou de definir um mapa que lhe mostre suas vendas por período, é investir em ferramentas de análise de dados e indicadores, mais conhecido como a gestão de relacionamento com o cliente (o CRM). Através dele, você coleta informações de demanda, quando há picos e quedas no consumo das pessoas, entender o comportamento de compra delas.

Verifique, por exemplo, as vendas dos últimos 3 anos do seu e-commerce se você quer uma análise centrada no seu negócio e veja como foram as campanhas e anúncios usados nesse tempo. É de grande impacto analisar ainda o cenário político e econômico. Com todos os dados coletados, você consegue gerar relatórios do sistema CRM e comparar os resultados para vender com preços dinâmicos para e-commerce ideais.

Busque reduzir is custos

Pensando em deixar os seus preços mais atrativos e competitivos, considere a alternativa de reduzir os custos operacionais, da equipe, gastos no ambiente de trabalho com materiais e energia. Quanto mais você conseguir alinhar políticas de redução, como práticas sustentáveis, mais você terá chances de oferecer um preço melhor do que o e-commerce concorrente.

Apesar do ambiente virtual já proporcionar um menor gasto com papelada, já que a maioria do negócio é online, você ainda pode rever outros processos. Reveja, por exemplo, a logística e frete, negociar melhores formas com seus fornecedores, rever se a plataforma tem pagamentos e cobranças melhores, e outros.

Frete grátis e precificação

Se você é um empreendedor que acha interessante oferecer frete grátis aos seus clientes, precisa calcular bem e chegar na precificação certa, pois isso afeta os preços dinâmicos para e-commerce e pode não te dar uma margem de lucro boa. Donos de comércios bem sabem como o frete é um dos pontos mais importantes numa venda e você pode otimizar o frete do seu e-commerce ao manter um valor baixo da entrega ou torná-la gratuita sem prejudicar o seu lado.

Uma boa dica é variar os meios de entrega, fazer a distribuição com mais de uma transportadora ou rede de delivery, e quando é preciso atender um local mais distante, vale contatar empresas da região. Procure ter sempre uma boa relação com seus parceiros e se atualizar com as opções desse mercado.

Coloque preços dinâmicos em produtos específicos

A precificação de produtos específicos é uma ótima dica para melhorar as vendas com preços dinâmicos para e-commerce, ao selecionar os produtos do seu catálogo que estiverem entre as melhores ofertas já realizadas pela equipe. Aplique uma estratégia juntamente com o uso do CRM, gestão do seu estoque e fornecedores.

Normalmente, essa conta se dá pelo que seu consumidor está disposto a pagar tendo como comparação uma loja concorrente que alterou o preço de uma mercadoria que você também vende, mas pode estar em falta. Vale entrar com estratégias certas e direcionadas que ofereçam outro produto mais barato e com mais vantagens.

Fixar um limite a alguns preços que não dão prejuízo

Os lojistas podem estabelecer seus preços dinâmicos para e-commerce conforme critérios próprios, como a precificação de certos produtos com uma faixa de valor que não irá trazer prejuízo para o negócio. Um exemplo é colocar um limite para que um produto não altere tanto – mesmo que saia mais barato – e ainda continue a gerar lucros.

Pode ser que baixar os preços nem sempre seja tão eficaz. Contudo, pode-se estabelecer um parâmetro para que um aparelho eletrônico, por exemplo, custe até R$ 800, ou para que seus artigos de decoração de escritório sejam vendidos até 5% mais baratos em relação à loja concorrente. Vale lembrar que a precificação não é copiar o preço, mas oferecer uma base de valor mais atrativa.

 Use ferramentas de precificação

Aposte em uma inteligência artificial que seja favorável às boas práticas de preços dinâmicos para e-commerce. Você já ouviu falar do modelo buy box? Ele é um dos segredos por trás da Amazon e Mercado Livre, dois exemplos de marketplace que podem ser copiados em seu e-commerce. As ferramentas de precificação servem para automatizar o processo de analisar o que a concorrência está praticando, fazer comparações e análises, e sempre de forma atualizada para que o seu e-commerce venha com uma ação rápida de marketing.

Falamos agora há pouco sobre os parâmetros que você mesmo pode criar, os quais são aproveitados e inseridos na ferramenta de precificação. Ao usá-la, você terá mais chances de aparecer entre os concorrentes e como um dos melhores preços dinâmicos para e-commerce.

Nesse texto, você viu que é importante vender produtos por preços baixos e que mesmo assim lhe darão lucros, pois a precificação dinâmica traz o diferencial para um site de vendas em relação aos seus concorrentes, mantém seus produtos no mesmo fluxo de consumo por períodos importantes no mercado.

Se você não conhecia a estratégia dos preços dinâmicos para e-commerce, agora tem a oportunidade de estudar melhor o seu nicho de mercado e suas tendências e se tornar mais competitivo. Aprenda mais sobre como gerenciar seu e-commerce, marketplace, sites e blogs com o conteúdo do Jornal do Marketing.