O Guia Definitivo para o Google Shopping em E-commerce

Sumário

Posts relacionados

O Guia Definitivo para o Google Shopping em E-commerce

O Guia Definitivo para o Google Shopping em E-commerce

O Google Shopping é mais uma opção de compra que o consumidor de um e-commerce pode aproveitar. Se você tem dúvidas de como melhorar suas vendas e a experiência de compra dos seus clientes, saiba que a plataforma do Google tem todos os recursos.

Você pode se comunicar com o público e mostrar o melhor caminho ao consumidor interessado no seu produto ou serviço. Grande parte do marketing digital está em criar estratégias novas e não apenas publicar os anúncios. É aqui que o Google Shopping entra em ação.

O que é o Google Shopping?

Google Shopping é exatamente como o nome sugere: um espaço para olhar produtos e comprá-los. Ele funciona como uma vitrine online, mas se diferencia das demais opções na rede. Isso porque o Google Shopping exibe diversas imagens como resultado de buscas e não apenas o link com o título.

O que é o Google Shopping?
Fonte/Reprodução: original.

Se você pesquisar “perfumes importados femininos”, perceberá que logo na primeira seção dos resultados aparecerá uma fila de imagens de perfumes com melhores preços, o nome da loja, breve descrição e até uma indicação de desconto. Essa exibição é o Google Shopping.

Quais são os critérios para usar o Google Shopping?

Antes de tudo, você precisa se informar sobre alguns critérios exigidos na sua loja ou e-commerce para, então, começar a usar o Google Shopping. Existem, políticas e informações básicas e avançadas na vitrine do Google. Listamos elas abaixo:

Reembolso e devolução

O Google Shopping exige que o seu site tenha uma página com as suas próprias políticas de reembolso e devolução. Ela deve ter informações de troca e explicar quando o cliente poderá devolver um produto, sob quais circunstâncias, o que deve fazer, prazo para reembolso, etc.

Informações de contato

Um dos menus mais importantes num site de e-commerce é ter informações de contato bem visíveis ao visitante. Se o seu comércio online funciona em um local físico, também é imprescindível fornecer o endereço e ao menos um e-mail ou um telefone para contato.

Ter domínio próprio

Seu site precisa ter um domínio próprio na rede, com URL verificada e registrada. Isso mostra que o e-commerce está em atividade e consegue ter uma certa visibilidade. Se atente também para não fornecer links inválidos ou páginas com erros.

Ter processo de checkout

Checkout é a página de pagamento, onde o cliente precisa incluir informações de pagamento e de cobrança. O cliente fecha o carrinho e finaliza a compra com segurança numa única página, então certifique-se de que todas as opções estão bem visíveis e as etapas não são confusas.

Como otimizar seus resultados no Google Shopping

Os anúncios do Google Shopping são um dos recursos mais indicados para melhorar o seu desempenho de vendas com e-commerce. Eles aparecem no topo dos resultados de busca no Google, então você deve caprichar nas descrições, SEO com palavras-chave e boas fotos.

Geralmente, o investimento nos anúncios que possam ser melhor visualizados compõem um valor mínimo de R$ 25 por dia, mas você pode ajustar esses valores caso achar que sua campanha não está boa. Considere aumentar seu investimento no Google Shopping para aparecer na frente da concorrência.

Configurando o Google Shopping: Passo a Passo

Para começar a configurar o Google Shopping, você deve criar uma conta (G-mail) no Google Merchant Center. Essa ferramenta é responsável por enviar as informações dos seus produtos e serviços ao Google e então ajudar a promover suas vendas. Veja o passo a passo para entrar no Google Shopping:

  1. Criar feed 

Feito o login, o primeiro passo do Google Shopping é criar um feed onde aparecerão os dados do seu e-commerce, marketplace ou loja virtual. Basta ir ao menu esquerdo do Merchant Center para selecionar cada opção. Parte desse passo é enviar um arquivo no formato XML contendo nome do produto, marca, preços, etc. Você encontra as instruções na sua plataforma de e-commerce.

  1. Vincular conta Google Ads

O segundo passo para configurar o Google Shopping é ter conta Google Ads e vinculá-la ao Merchant Center. É com a conta no Ads que você terá acesso a todas as informações e etapas para criar sua campanha de e-commerce.

Criando uma campanha no Google Shopping

Agora, você irá criar sua própria campanha no Google Shopping e anunciar seus produtos com imagens e descrições como já falamos. Primeiramente, entre na sua conta Google Ads e selecione o ícone “Campanhas”. Você também deve selecionar o objetivo da campanha, pois fica fácil estipular uma meta.

Criando uma campanha no Google Shopping
Fonte/Reprodução: original.

Porém, você pode ir direto de sua plataforma de e-commerce, na categoria “Marketing” e escolher “Google Shopping”. Logo, é só preencher as informações solicitadas, como o nome da campanha, os lances e valores a pagar por dia.

Como configurar o pagamento do Google Shopping

A forma de pagamento do Google Shopping é o ponto final para sua campanha e anúncios funcionarem. Então, será ligado a sua conta do Google Ads, ou criar uma nova conta. Selecione Google Shopping e depois “colocar dinheiro”. Você será direcionado à página do Ads e colocar o meio de pagamento.

Clique em “Ferramentas e Configurações”, depois em “Faturamento” e “Configurações”. Uma aba será aberta para você colocar as informações de moeda, país, se é uma conta de pessoa física ou jurídica, etc. Só após preencher todas essas linhas que você poderá colocar dados de cartão de crédito.

Com esse guia definitivo, você está preparado para começar a divulgar seu e-commerce no Google Shopping e aparecer no topo das pesquisas por seus produtos. Agora vale a pena conhecer outras ferramentas para impulsionar as suas vendas nos artigos variados do Jornal do Marketing. Continue navegando no site!