O que é Marketing de Resposta Direta e como posso implementá-lo?

Sumário

Posts relacionados

O que é Marketing de Resposta Direta e como posso implementá-lo

O que é Marketing de Resposta Direta e como posso implementá-lo?

O Marketing de Resposta Direta pode ser a estratégia mais barata que você busca para estimular a tomada de decisão no consumidor de frente ao seu produto ou serviço, pois com ele você segmenta a divulgação ao público certo e tem mais resultados do que o tradicional.

Quem lê o Jornal do Marketing sabe como o uso de estratégias é importante nas vendas da sua empresa, principalmente quando se precisa de fazer o público certo notar a sua divulgação e responder com alguma ação, seja nas redes sociais, ao ser direcionado a uma página de compra, e outros. É para isso que hoje descobriremos juntos o que é o marketing de resposta direta e seu funcionamento em uma abordagem rápida. Confira!

O que é o marketing de Resposta Direta?

Assim como o nome expressa, é uma estratégia de marketing que busca abordar os consumidores na web de forma direta e imediata, ao passo que se recebe algum tipo de ação pelos mesmos. É um diferencial quando falamos da forma tradicional de divulgar produtos e de se comunicar com o cliente, quando falamos de telemarketing ou a mala direta.

O que é o marketing de Resposta Direta
Fonte/Reprodução: original

O marketing de resposta direta tem muitas vantagens para o empreendedor e lojista, principalmente donos de pequenas e médias empresas que não podem ter grandes gastos com publicidade, mas que querem se aproximar de seus clientes e firmar essa relação. Bem como para o grande negócio, onde é importante evitar gastos desnecessários.

Qual o objetivo do marketing de resposta direta?

O principal objetivo do marketing de resposta direta é criar um canal de comunicação direta com os clientes e pessoas que já conhecem seu produto ou serviço e tiveram suas necessidades atendidas. A intenção não é exatamente divulgar, mas estimular uma ação imediata, como a assinatura de uma newsletter, se inscrever no site colocando o e-mail, ou até mesmo fazer uma compra promocional. Então, é por isso que dizemos que o marketing de resposta direta é uma alternativa mais barata em relação ao Branding, por exemplo.

O chamado branding é um tradicional trabalho feito pelas grandes empresas visando fixar a marca na mente do consumidor. Não que isso seja ruim, contudo, gera mais gastos com mídias em mais frequência e isso afeta o fluxo de uma empresa pequena que precisa investir muito em uma campanha que dura pouco tempo.

Qual a importância do marketing de resposta direta e quais empresas usam?

De fato, já vimos que uma das vantagens do marketing de resposta direta e vantagens é o pouco gasto para anunciar e se comunicar os clientes. Saber de mais detalhes dessa estratégia reflete na boa organização e planejamento de uma empresa pequena ou de médio porte, visto que uma das maiores preocupações é o custo e questões do financeiro. Conte como vantagens e a importância do marketing de resposta direta, os seguintes:

  • Potencial em reduzir custos da empresa;
  • Traz respostas e resultados escaláveis;
  • Maior segmentação do público;
  • Mais fácil de mensurar as métricas;
  • Gerar leads qualificados;
  • A reação do cliente pode ser visualizada.

Ao contrário das grandes campanhas publicitárias de outdoor ou branding na internet para muitas pessoas, a estratégia do marketing de resposta direta sai na frente quando uma empresa precisa vender para um público específico. Ela é melhor nesse sentido para pequenas e médias empresas com loja virtual e e-commerce. Portanto, o fator do menor gasto com investimento não é o único a fazer valer sua importância.

Por outro lado, enquanto empresas renomadas como Apple, Coca-Cola e McDonald’s enchem suas campanhas com o branding, podemos tomar como exemplo as empresas que usam o marketing de resposta direta como iFood, Outback, Avon, Natura, a Domino’s e outros cases de sucesso.

Como usar o marketing de resposta direta?

Se o marketing de resposta direta era um termo novo para você e faltava criatividade de usar a estratégia, isso talvez tenha sido pelo não conhecimento de uma alternativa que fale diretamente com quem consome os seus produtos. E, saiba que é importante prezar pelo relacionamento com os clientes e mantê-los interessados.

Como usar o marketing de resposta direta
Fonte/Reprodução: original

Aqui vão dicas incríveis de tomada de decisão imediata para você incluir nos seus planos e aprender de vez a como usar o marketing de resposta direta na sua empresa, a começar por uma boa estrutura de uso do Marketing de Conteúdo.

Incentivo à compra de produto nas redes sociais

O primeiro exemplo de como usar o marketing de resposta direta é o já conhecido post nas redes sociais, como os stories do Instagram. Curtos, simples e diretos, os Stories conseguem passar a mensagem da marca e incentivar a compra de um produto específico ao colocar, sutilmente, um botão que leva o seguidor até a loja.

Então, crie um conteúdo que chame a atenção, pense nele e em como pode gerar um sentimento de “urgência” ou necessidade para realizar a compra no mesmo instante. Mas outra opção do marketing de resposta rápida aliado às redes sociais é o compartilhamento de um anúncio que convide o usuário a preencher um formulário simples e ainda acessar algum conteúdo exclusivo, como uma tabela de preços.

Anúncio direto oferecendo cupons e mais

Dentre as grandes empresas que fazem marketing de resposta direta, o iFood e outras do ramo de fast food lançam diversas campanhas diretas que comunicam o usuário quando cupons estão disponíveis. Seja por meio dos bilhetes promocionais ou por QR Codes, o importante é entregar a mensagem.

A Magazine Luiza também é conhecida por investir em marketing de resposta direta ao enviar mensagens a pessoas interessadas em determinado produto, mas que provavelmente não estava no preço atrativo. A mensagem é realmente direta no WhatsApp, com o nome do usuário e do item de interesse.

Obter dados também

Apesar do marketing de resposta direta ser melhor aproveitado para incentivar uma ação rápida, como a compra, é possível também usá-lo no início da jornada para obter dados de um visitante comum, como o contato principal. Convidar para assinar uma newsletter com conteúdo relevante sobre decoração, por exemplo, para quem se interessa por isso pode ser o começo de uma estratégia no funil de vendas.

Um ótimo exemplo é a publicação de uma landing page. Seu diferencial não é apenas compartilhar informação e descrição do produto/serviço, mas ao final oferecer um conteúdo extra, de valor, rico em mais informação e conhecimento, como o e-book gratuito. Mesmo que a landing page tenha estrutura mais longa, com um texto ao longo de toda a página, você pode fazê-lo curto e chamativo integrado a uma chamada para ação (Call to Action).

Assim, já vemos uma diferença do marketing de resposta direta para o branding, pois a divulgação é mais sutil e fala diretamente com quem tem muitas chances de responder com uma ação rápida.

Recomendamos a você, empreendedor, dono de loja virtual, site de e-commerce, a estudar o marketing de resposta direta e aplicá-lo agora mesmo. Continue conhecendo mais conteúdos assim, aqui, no Jornal do Marketing, um portal dedicado a te ajudar nas melhores estratégias de vendas.