Sitemaps: o que é e para que serve?

Sumário

Posts relacionados

Sitemaps o que é e para que serve

Sitemaps: o que é e para que serve?

Os sitemaps podem ser usados num site como uma das melhores estratégias para conseguir tráfego orgânico. Apesar de parecer ser um termo distinto, representa uma técnica que varia de linguagens e formatos para você explorar numa página e torná-la legível ao robô do Google e demais buscadores.

Os mecanismos de busca operam constantemente para entregar o melhor resultado ao público, mesmo com infinitos endereços virtuais. Mas esse papel de rastrear o link que melhor responda à pesquisa do usuário nem sempre impacta sites que não estão otimizados, ou que não possuem sitemaps. Continue a leitura para entender como melhorar os seus resultados e atrair mais acessos!

O que é e para que serve o sitemap?

Sitemap é o nome de um tipo de arquivo que serve para mapear o site quanto a todas as informações nele. Nesse sentido, os sitemaps servem para informar o buscador sobre conteúdos específicos como texto, vídeo, imagem, etc.

O que é e para que serve o sitemap
Fonte/Reprodução: original

Por ser um arquivo em linguagem específica, os mecanismos de busca conseguem ler seus códigos e traduzi-los, colocando em destaque a página de maior interesse para o público. Assim, o sistema robotizado do Google, Bing e outros, encontram com mais facilidade o conteúdo certo para o usuário que faz a pesquisa.

Quais os tipos de sitemap?

Hoje, temos um padrão de como os sitemaps devem ser usados para informar um conteúdo. Isso facilita a indexação para se comunicar com todas as plataformas de busca. Esse padrão pode ser implantado nos seguintes formatos e tipos de sitemap:

  • XML;
  • TXT;
  • Vídeos;
  • Imagem;
  • HTML;
  • RSS;
  • mRSS;
  • Atom 1.0.

O mais conhecido e usado tipo de sitemap é o XML em páginas contendo várias informações, tais como imagens, notícias e vídeos. Já o TXT é o mais simples, em formato de texto mesmo, enquanto os demais são mais elaborados, porém, se limitam a informar conteúdos mais recentes de um site. Sitemaps XML são mais extensíveis, mas no geral, possuem 50MB com limite para arquivar 50 mil URLs.

Benefícios do sitemap

Os sitemaps têm a função de dizer aos mecanismos de busca sobre o que são as páginas de um site por meio de uma linguagem técnica. Isso beneficia o site que ganha mais visibilidade e confiança, pois usar sitemaps é um sinal de que a empresa quer ser notada e se preocupa em propagar informações relevantes.

Benefícios do sitemap
Fonte/Reprodução: original

Enquanto isso, sitemaps também tem o benefício de deixar claro a estrutura de uma página para quem procura determinado assunto, produto ou serviço, ou consumir conteúdos específicos. Dessa forma, eles listam todas as informações claras e indexa as páginas para serem classificadas pelo Google.

Como melhorar meus resultados com o sitemap?

Criar sitemaps e otimizar as páginas é uma ação essencial para precisa melhorar resultados de tráfego e conversões. Para te ajudar a aproveitar melhor seus conteúdos e alcançar esses resultados, separamos os 3 passos para usar sitemaps e enviá-los ao Google:

Selecione as URLs

O primeiro passo para criar sitemaps é selecionar as páginas validas do seu site que deverão ser listadas nesse arquivo e “rastreadas” pelo Google. Você pode colocar todas as informações do seu e-commerce ou blog para trazer tráfego. Com exceção das páginas com erros, login, carrinho.

Defina o formato

O XML é dos tipos de sitemaps mais indicados e fáceis de criar. Mas se você quer destacar informações de vídeos e imagem, por exemplo, é preciso adicionar tags de sitemaps de imagem a um outro sitemap. Esses formatos ajudam o Google a identificar conteúdos visuais que não são encontrados facilmente ou que são recentes.

Criando sitemaps

Com o auxílio de um editor de texto mesmo você pode copiar a sintaxe de sitemaps do Google. Por outro lado, use ferramentas de criação de sitemaps, especialmente para o WordPress, usando plugins para isso. É tudo manual e fácil a depender da quantidade de URLs que você deseja listar.

Agora, o último passo para melhorar resultados com sitemaps é encaminhar sua configuração para o Google através da inscrição no Google Search Console e inserindo a URL da sua página. Saiba mais dicas para melhorar resultados de pesquisa e tráfego para qualquer site ao ler o Jornal do Marketing.