Angostura Bitters: o que é e de onde surgiu a ideia da garrafa?

Sumário

Posts relacionados

Angostura Bitters o que é e de onde surgiu a ideia da garrafa

Angostura Bitters: o que é e de onde surgiu a ideia da garrafa?

Angostura Bitters é um termo muito comum, bastante utilizado no universo dos coquetéis e dos destilados! É impossível não se deparar com esse nome, porque os chamados Bitters são uma forte categoria de bebidas criadas a partir de ervas.

A sua principal característica é o sabor marcante e bastante amargo. Com isso, existe uma infinidade de coquetéis que utilizam essa bebida como uma espécie de tempero.

A Angostura faz parte dessa categoria, é conhecida como o bitter mais famoso de todo o mundo. Utilizada para temperar uma infinidade de coquetéis, incluindo alguns clássicos, como Old Fashioned, o drinque é considerado um dos primeiros coquetéis já criados.

A seguir, saiba tudo sobre a história da Angostura Bitters, o Bitter que está presente em todos os bares do mundo!

O que é a Angostura Bitters?

A Angostura Bitters, ou somente Angostura, é uma bebida alcoólica da família dos Bitter. O Bitter é feito a partir de essências herbais e oferece um sabor muito marcante, agridoce e amargo. Em sua criação, o bitter era utilizado como uma espécie de medicamento digestivo, mas hoje faz parte dos bares de todo o mundo para temperar coquetéis, ou seja, dar sabor.

A Angostura, por sua vez, é considerado o bitter mais famoso que existe, por isso faz parte das receitas de coquetéis clássicos e muitas outras receitas de cozinha. Esse bitter foi criado oficialmente em 1824, através das mãos do médico alemão Johann Gottlieb Benjamin Siegert. Assim como os demais bitters, a intenção de seu criador era a formulação de um remédio voltado ao alívio de dores estomacais, uma espécie de digestivo.

O que é a Angostura Bitters
Fonte/Reprodução: original

Por conta do sabor marcante, a bebida se popularizou como um ingrediente para temperar e incrementar coquetéis alcoólicos e também receitas da alta gastronomia. Hoje, são quase 2 séculos desde a criação da Angostura Bitters e mesmo assim ela ainda se faz muito presente em bares de todo o mundo.

Uma de suas principais características que faz a Angostura Bitters ser conhecida é sua embalagem. O rótulo é maior do que a garrafa e oferece um ar bastante rústico ao produto.

Para que serve a Angostura?

A Angostura Bitters serve para ser utilizada na preparação de coquetéis ou receitas gastronômicas. Com ele, é possível adicionar mais sabor e complexidade ao preparo. É como se fosse uma espécie de “tempero” para um coquetel.

Por conta disso, hoje encontramos milhares de coquetéis que utilizam a Angostura em seu preparo, incluindo alguns clássicos como o famoso Old Fashioned. Confira a sua preparação clássica a seguir:

Receita Old Fashioned Clássico

Quando falamos de coquetéis com Angostura Bitters, o Old Fashioned é o maior exemplo. Ele é considerado o maior clássico dos drinques, sendo um dos primeiros criados no mundo. Assim, conheça os ingredientes para o preparo:

  • 1 cubo de açúcar ou 10 ml de xarope simples de açúcar;
  • 45 ml de whisky bourbon;
  • 2 gotas de Angostura Bitters;
  • Lances com água mineral;
  • 1 fatia de laranja;
  • 1 cereja fresca (opcional).

Para o preparo, coloque o cubo de açúcar em um copo baixo (preferencialmente o de whisky) e em seguida coloque as duas gotas de Angostura e de água para hidratar.

Macere tudo que foi colocado no copo e adicione a quantidade de whisky bourbon. Misture a bebida e finalize com um twist de laranja. Para decorar, coloque uma fatia de laranja no copo ou uma cereja fresca. Sirva!

Como é feito as bebidas Angostura Bitters?

A Angostura Bitters é feita a partir de uma mistura de ervas, cascas, especiarias e raízes infundidas em álcool. Seus principais ingredientes são colhidos na Inglaterra, embalados delicadamente e enviados para Port-of-Spain, uma ilha onde sua fábrica está situada até os dias atuais.

A bebida oferece um teor alcoólico considerado bastante alto, com aproximadamente 44,7%. Seu sabor amargo é resultado dos extratos de ervas utilizados durante o preparo. 

Não é possível saber ao certo quais ingredientes são utilizados no preparo da Angostura. Porque, a sua receita é considerada um segredo de família. Apenas cinco pessoas em todo o mundo sabe realmente a fórmula da Angostura Bitters e como se é feito.

Como surgiu a ideia da garrafa?

Em 1870, quando a Angostura já era conhecida no mundo dos coquetéis, dois irmãos assumiram o negócio e decidiram que era hora de mudar a embalagem da Angostura Bitters.

Assim, um irmão formulou a garrafa e o outro o rótulo. O problema é que nenhum dos dois conversava entre si no momento da criação. Por conta disso, o rótulo acabou ficando maior que a garrafa.

Felizmente, houve uma imensa aceitação da embalagem da Angostura. Ela se tornou ainda mais conhecida do que já era. Até mesmo após tantos anos, esse bitter é vendido com a mesma embalagem, tendo seu rótulo maior que a garrafa.

Como a Angostura Surgiu?

A Angostura Bitters surgiu no ano de 1824, na Venezuela. O responsável por sua criação foi o cirurgião geral de origem alemã Johann Gottlieb. Inicialmente, o médico queria só criar um medicamento que auxiliasse as pessoas que sofriam de dores estomacais.

Por isso, em seus primeiros anos, a Angostura foi considerada somente um digestivo ou um remédio que amenizava os sintomas da malária. Nessa época, a Angostura era chamada de “Aromáticos Bitters do Dr. Siegert”.

Graças ao seu sabor que agrada às pessoas, a bebida começou a ser utilizada como um ingrediente adicional no preparo de comidas e bebidas, principalmente coquetéis no final de 1800, considerada a idade de ouro dos coquetéis.

Qual a diferença de Bitter e Vermute?

Bitter e Vermute são duas bebidas bastante diferentes por conta de cada composição.

O bitter é uma bebida feita com extratos de ervas, como cascas, raízes, frutas e flores. Seu gosto pode ser agridoce ou bastante amargo. Normalmente a receita de um bitter é considerada um segredo.

Qual a diferença de Bitter e Vermute
Fonte/Reprodução: original

Já o Vermute é considerado um vinho fortificado em que se adicionam álcool neutro e infusional com botânicos, principalmente a losna artemísia. Muitas versões podem ser encontradas com o acréscimo de açúcar ou caramelo. Hoje, existem diversos tipos de vermute, entre os principais:

  • Vermute Dry;
  • Clássico;
  • Rosé;
  • Punt Mes;
  • Bianco;
  • Corrente.

Cada tipo de vermute oferece suas próprias características e pode ser tomado puro ou no preparo de drinks, como no Dry Martini (preparo com gim e vermute) e o clássico Manhattan (no qual se utiliza whisky, bitter e vermute).

Como se toma Bitter?

A bebida Bitter pode ser consumida em seu formato puro, como aperitivos e digestivos, ou misturada em coquetéis. Sua utilização em drinks vai depender da receita que será reproduzida.

Normalmente, a Angostura Bitters, por conta do seu potencial mais aromático, é utilizada em coquetéis clássicos e com apenas algumas gotas. Já o Campari, outro bitter bastante famoso no mercado, é muito servido como aperitivo, devido a seu potencial refrescante.

Iniciantes na criação de drinks devem conhecer os sabores de um bitter. Para isso, o ideal é abrir a garrafa, chacoalhar e cheirar seus aromas liberados. Em seguida, basta adicionar uma gota na mão e provar utilizando somente o meio da língua. Com isso, será possível identificar o gosto das especiarias utilizadas na receita e conhecer seus aromas.

Todo bar voltado a coquetéis ou até mesmo home bars dependem da utilização de bitters. Porque, eles são utilizados em inúmeras receitas e conseguem trazer maior complexidade para qualquer coquetel, seja ele clássico ou uma criação.