E-commerce e a Importância do Teste de Usabilidade

Sumário

Posts relacionados

E-commerce e a Importância do Teste de Usabilidade

E-commerce e a Importância do Teste de Usabilidade

O teste de usabilidade e UX é um pilar poderoso na hora de planejar como vender mais um produto ou serviço. Mas muitos empreendedores de negócio online esquecem a importância de focar na experiência do cliente! Ela é tão importante que pode afetar positiva ou negativamente uma empresa na internet.

Nesse texto, vamos mostrar todos os motivos para você começar a pensar melhor no seu público, pontuar os benefícios do teste de usabilidade, como aplicá-lo e exemplos para se inspirar. Você verá como é possível otimizar seu site para que mais pessoas acessem com facilidade, principalmente de um celular. Confira!

O que é o teste de usabilidade?

O teste de usabilidade é um recurso digital que as empresas online usam para observar os consumidores e usuários enquanto estão usando um site, produto ou serviço. Um teste de usabilidade serve, portanto, para testar se a interface e design estão ok, se é fácil de usar, e se há problemas e pontos de melhorias.

O que é o teste de usabilidade?
Fonte/Reprodução: original.

Para isso, o experimento leva a participação de usuários que sejam pessoas com o perfil bem próximo ao da persona de uma marca. Assim como o teste A/B, o teste de usabilidade fornece resultados com base em dados precisos de comportamento e de desempenho de um e-commerce.

Quais os benefícios de aplicar o teste de usabilidade?

Realizar um teste de usabilidade envolve otimizar um produto, que no nosso caso é o próprio e-commerce e seus sites de vendas. Isso já conta como benefício, uma vez que muitas empresas passam por dificuldades de oferecer uma boa experiência ao cliente por não conhecerem esse método. Os benefícios de aplicar o teste de usabilidade são:

  • O teste com usuários reais diminuem as incertezas que sua equipe ou você possam ter ao desenvolver uma campanha;
  • Ajuda a aperfeiçoar a interface em um dispositivo, que pode diferenciar a sua empresa da concorrência que não investe nessa experiência do usuário;
  • Diminui os riscos de um site, uma página sobre produto ou serviço não atender às necessidades do usuário;
  • Serve como referência para próximas campanhas e mudanças no e-commerce;
  • Aumento das vendas e retenção de clientes.

Como o teste de usabilidade leva em consideração a opinião e o feedback de quem realmente usa o site e demais canais de um e-commerce, é possível chegar a bons resultados após cada testagem. Basicamente, benefícios do teste de usabilidade ajudam em melhorias na interface conforme a experiência do usuário.

Como aplicar o teste de usabilidade no e-commerce?

Tendo um e-commerce ativo, o teste de usabilidade envolve a participação de usuários reais. Você os convida a fazer algumas tarefas e ações dentro de cada canal. Como, por exemplo, adicionar produtos ao carrinho. Pode ser um passo simples, mas também apresentar dificuldades em achar o botão certo. Isso impede de finalizar uma compra.

Como aplicar o teste de usabilidade no e-commerce?
Fonte/Reprodução: original.

O teste A/B é outro exemplo relacionado a aplicação de teste de usabilidade no e-commerce. Ele consiste num experimento de duas versões de interface, onde uma delas sofrerá alterações aqui e ali. Ao serem publicadas, o tráfego irá variar conforme cada uma, e você analisa qual obteve melhores retornos.

Esse tipo de teste é rápido e eficaz, o que proporciona ser aplicado com frequência. Apesar de ser melhor realizado segundo a dinâmica do seu e-commerce, como no caso de um produto novo e você precisar atualizar o site. A sua plataforma de e-commerce também precisa suportar essas edições.

Motivos para aplicar o teste de usabilidade no e-commerce

À medida que os recursos digitais avançam e os consumidores desejam realizar tarefas e compras online em pouco passos, você precisa se destacar. Entre muitos, separamos 3 motivos para aplicar o teste de usabilidade no e-commerce:

Corrigir problemas no site para reduzir o índice de abandono

Os testes revelam que muitos usuários fecham uma página de compras por perderem a paciência num site sem usabilidade. Muitos não conseguem navegar com facilidade e saem com uma experiência negativa: a de que o e-commerce não funciona adequadamente e não se mostra seguro para comprar.

Corrigir problemas no site para reduzir o índice de abandono
Fonte/Reprodução: original.

Isso ocorre com frequência numa era em que a informação aparece na tela rapidamente. Se o seu site apresenta erros e demora para carregar, isso será ruim para a marca, suas conversões vão diminuir e você perderá tráfego para a concorrência.

Aumentar as taxas de conversão

A taxa de conversão está diretamente ligada a boa experiência do usuário, ao encontrar o que quer e fazer o que é preciso sem muito esforço. E essa mesma taxa é um dos motivos para as empresas aplicarem o teste de usabilidade, testando suas interfaces com seus usuários.

Até mesmo os detalhes de navegação são importantes, para que você se destaque da concorrência e faça o usuário (lead) permanecer na jornada, tal como o uso de menus interativos que facilitam nova experiência e ficam bem posicionados após teste de usabilidade.

Modelos de teste de usabilidade para e-commerce

O teste de usabilidade é geralmente feito por um profissional de teste de UX, mas existem modelos essenciais que te ajudam a reparar erros antes que possam impactar negativamente seu e-commerce. A escolha pelo modelo irá obviamente depender do seu objetivo. 

  1. Teste de usabilidade para descobrir problemas

Este é o primeiro modelo, sendo o mais simples teste de usabilidade que visa identificar e corrigir falhas e erros na plataforma de e-commerce que você utiliza. Por ter esse processo inicial, é considerado um método de estudo, onde os usuários são “alunos”, isso porque a lógica é que eles aprendam a usar a interface e apontem o que não entenderem.

Porém, esse teste deve englobar todos os hábitos de comportamento que os consumidores possuem, como os vícios e costumes ao visitarem um site qualquer. Assim, aqui você deve considerar tanto o que a equipe ou o profissional conhecem como eventuais variações de usuários acostumados a navegar na web.

  1. Teste moderado e não moderado

Um teste de usabilidade moderado é aquele aplicado por um profissional em design com conhecimentos em UX. Ele será responsável por acompanhar a testagem, apresentar a versão aos usuários participantes e dar assistência a eles se surgirem dúvidas na navegação. 

Enquanto o teste de usabilidade não moderado pode ser facilmente aplicado por um empreendedor online e não precisa ter um responsável para acompanhar tudo. Também chamado de teste remoto não moderado, os participantes usam seus próprios dispositivos e em casa mesmo para navegar no site em teste.

  1. Teste remoto ou feito pessoalmente

Outro teste de usabilidade recomendado é o que é feito com a presença de um moderador de UX, onde irá observar e interpretar a linguagem corporal e expressões faciais dos usuários do teste. A cada reação anotada, é possível obter dados que estão além dos que obtemos no teste remoto.

O teste remoto, como o nome diz, é feito pela internet ou por telefone. Sua vantagem é poder analisar um número maior de participantes de diversas áreas geográficas, ao mesmo tempo, e gastando pouco. Ao passo que o teste de usabilidade feito pessoalmente costuma ser caro.

  1. Teste competitivo

Uma forma válida e motivadora é fazer teste de usabilidade com a concorrência. Basicamente, ele compreende realizar uma comparação entre variações da sua interface com as do e-commerce concorrente. Isso te dá uma visão maior de quais são os elementos que você precisa mudar para ser melhor nesse mercado.

Se olhar para plataformas diferentes, algumas interfaces de empresas em alta podem apresentar detalhes que os usuários não gostaram, em comparação com as suas versões. O teste competitivo e o teste comparativo exploram bem a opinião dos usuários e podem te colocar à frente de seus concorrentes. 

Apesar da facilidade de aplicar teste de usabilidade e otimizar seu próprio site de e-commerce, indicamos que você contrate um profissional UX para te passar os resultados mais detalhados. Você já tem esse texto como um bom início para melhorar a experiência do usuário, portanto prenda a tornar seu e-commerce mais atrativo e funcional ao ler mais conteúdos como este no Jornal do Marketing.