Big data no e-commerce: como usar para impulsionar?

Sumário

Posts relacionados

Big data no e-commerce: como usar para impulsionar?

Big data no e-commerce: como usar para impulsionar?

Na atual era digital que vivemos, o Big Data no e-commerce é a chave para expandir e otimizar o seu negócio online! Essa estratégia permite que empresários entendam o comportamento dos consumidores e clientes de modo claro, para otimizar a sua experiência e impulsionar suas vendas.

Ao saber como funciona o Big Data e sua função dentro do e-commerce, é possível aplicar a estratégia da melhor forma possível. Por isso, neste guia, o Jornal do Marketing mostrará como você pode utilizar o big data no e-commerce, além das suas principais vantagens e muito mais. Acompanhe!

O que é o Big Data no E-commerce?

O big data é uma estratégia na qual permite que as empresas armazenem, coletem e processem grandes volumes de dados. No contexto do e-commerce, o big data desempenha um papel fundamental no que se refere ao comportamento dos consumidores, com respeito à lei LGPD. 

O que é o Big Data no E-commerce?
Fonte/Reprodução: original.

Com a expansão do comércio eletrônico, em especial após a pandemia de Covid-19, as empresas que fazem uso da Big Data podem ter total acesso às preferências dos clientes, assim como a forma que eles interagem com a marca, o histórico de compras, dentre outros. 

Tipos de Big Data no E-commerce

Existem diferentes tipos de big data no e-commerce e eles são conhecidos com dados estruturados, dados semi estruturados e dados não estruturados. Cada um desses dados são organizados de diferentes formas.

Dados estruturados: Esses são conhecidos como dados pré-definidos e por sua estrutura rígida. Isso significa que esses dados são pensados antes de existir, o que permite uma organização eficiente.

Dados semi estruturados: Dados semi estruturados são uma combinação entre os estruturados e não estruturados. Normalmente eles são estruturados quanto os dados já foram definidos.

Dados não estruturados: Eles são o oposto dos dados estruturados e não são organizados por tabela. Os dados provenientes das redes sociais, por exemplo, são um exemplo de dados não estruturados.

Conceitos do Big Data no E-commerce

O big data no e-commerce refere-se ao gerenciamento de dados em suas diferentes variedades. As informações podem ser utilizadas para diversas finalidades, com o objetivo de implicar em melhorias para experiência do cliente. Com isso, confira os principais conceitos dessa poderosa ferramenta:

Volume

O volume de dados é um dos principais aspectos do big data no e-commerce! Ele se trata do volume de informações que será processado e se refere a quantidade de dados coletados – normalmente, de alto volume. Além disso, eles podem incluir todos os tipos de registros, como transações comerciais, por exemplo. Quando grande o suficiente, o volume pode ser considerado big data.

Variedade

A variedade de dados são diversos e podem ser provenientes de diferentes fontes de interações do site e das redes sociais, por exemplo. Nesse contexto, existe uma variedade de informações não estruturadas e por conta disso, para que possam ter um significado, elas precisam de uma pré-estruturação.

Valor

O big data no e-commerce deve gerar algum valor para que empresários possam identificar oportunidades de mercado, otimizar as estratégias de marketing utilizadas, bem como melhorar a eficiência. No big data o valor é amplamente utilizado nos negócios devido a sua grande quantidade de informações. 

Vantagens do Big Data no E-commerce

O uso do big data no e-commerce é essencial, pois ele permite que tenha insights valiosos sobre o negócio e mostra o caminho para ajudar o empreendimento a crescer ao mostrar pontos que devem ser melhorados.

Relação com os clientes

A utilização do big data no e-commerce, permite que conheça seu público de modo mais aprofundado, visto que por meio deste, é possível fazer análises de comportamento para entender as preferências dos consumidores e oferecer um atendimento conforme suas preferências.

Estratégias em Marketing

Através do conceito é possível desenvolver estratégias de marketing para impulsionar o negócio de modo eficiente. Por exemplo, por meio do big data é possível conferir de onde vem as visitas do site e caso o maior volume de tráfego seja proveniente de uma rede social específica, é possível investir nela.

Gestão na logística e no estoque

Com a plataforma, é possível implementar ações estratégicas conforme as informações como flutuações de mercado, quantidade de itens, registros de saída e entrada, prazos de validade e outros.

Ofertas personalizadas

Com as informações necessárias sobre os clientes, é possível realizar ofertas personalizadas para cada um deles. Atualmente empresas de variados portes aproveitam a ferramenta para direcionar ofertas personalizadas para clientes e visitantes do site que buscam por um produto específico.

Integração entre processos

Uma plataforma de integração de processos é fundamental para conectar alguns sistemas essenciais que implicam no funcionamento de um negócio que funciona no mercado eletrônico.

Importância do Big Data no E-commerce

O big data no e-commerce é uma ferramenta crucial para impulsionar o sucesso e o crescimento de um negócio. Com uma grande quantidade de informações sobre o consumidor, as empresas podem agir para personalizar a experiência dos seus clientes.

Importância do Big Data no E-commerce
Fonte/Reprodução: original.

Atualmente, sem a mensuração de dados, um e-commerce não funciona e dificilmente obterá o sucesso desejado. Por isso, investir nessa coleta e em sua análise é fundamental para garantir bons resultados em qualquer negócio.

Ao utilizar o big data no e-commerce, não se esqueça de estudar como a plataforma funciona para utilizá-la de forma mais eficaz. E, para isso, acompanhar o Jornal do Marketing é a melhor opção para o crescimento do seu e-commerce!